sábado, 29 de janeiro de 2011

Monólogo do coração

Monólogo do coração – Sentimento Ausente


Diante a todos os sentimentos

Que a mim são mesclados.

O amor, a dor,

Ódio e sofrimento...


Sinto a ausência mais perto

A cada momento.

Ausência do próprio sentimento,

Que são tantos,

E ao mesmo tempo nenhum.


O amor que tanto promete,

Diz que logo vem,

Mas a minha porta sempre esquece.


A dor que me ilude com sua presença,

Mas na realidade,

Às vezes ela nem chega.


O ódio de uma falsa paixão,

Que da as caras por um segundo,

E se vai,

Deixando-me apenas ilusão.

De ter sentido a perda,

Só imaginação.


Nem o sofrimento me alcança.

Só há vazio em meu coração.

E a esperança de poder sentir de verdade,

Às vezes me toma.

Mais logo se vai,

Como uma pequena chama.


Eu não sei se algum bom sentimento há em mim,

Mas com certeza a frieza

Com o tempo adquiri.


E se nessa vida estiver fadado

A não sentir nada por ninguém.

Se a lembrança dessa alma permitir,

Lembrarei de todas as emoções

Um dia sentir por alguém.


07:30 28/01/2011

A. Alawara Chavéz


POEMA ESCRITO PARA MEU AMIGO 'SAI', QUE ALEGA NÃO TER SENTIMENTOS POR NINGUÉM. E FAZ ANIVERSÁRIO DIA 01/02.

7 comentários:

  1. A não sentir nada por ninguém.

    Se a lembrança dessa alma permitir,nao me lembro o que e o amor e alguma coisa de comer?.^^sera que algum dia ele vem?acho que nao....acho que ele perdeu o caminho do meu coraçao^^

    ResponderExcluir
  2. O amor não é algo que se possa comer. Mas é algo que devora o coração.

    02:45 31/01/11
    A. Alawara Chavéz.

    ResponderExcluir
  3. amor nao e algo que possa comer.mais sim eh te a coragem suficiente de viver um amor verdadeira msm que esse amor te machuque!!
    mais e muito bom essse poema!

    ResponderExcluir
  4. O amor que tanto promete,

    Diz que logo vem,

    Mas a minha porta sempre esquece.

    A dor que me ilude com sua presença,

    Mas na realidade,

    Às vezes ela nem chega.

    O ódio de uma falsa paixão,

    Que da as caras por um segundo,

    E se vai,

    Deixando-me apenas ilusão.




    Eu não sei se algum bom sentimento há em mim,

    Mas com certeza a frieza

    Com o tempo adquiri.


    essas partes são a q eu mais me identifiquei *---*
    to meio depre ultimamente , seus poemas tão me ajudando bastante one - chan xD

    ResponderExcluir
  5. que bom que estou te ajudando!!!!!

    Obrigada thais e renata.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir